leia

Por que você deveria estudar Educação Física

Por Cristiane Silva

A preocupação com a saúde é cada vez maior e o mercado de trabalho para profissionais de educação física está em alta. Neste post, contamos por que você deveria estudar Educação Física.

Para quem gosta de ajudar pessoas, o objetivo da profissão em si já é um bom motivo para decidir pela formação em Educação Física. A prática regular de exercícios físicos ajuda a prevenir doenças, principalmente cardiovasculares e metabólicas. Ela também pode integrar o tratamento dessas doenças, além de osteoporose e síndromes miofasciais. Cabe ao educador físico promover a prática de exercícios e elaborar mecanismos para que as pessoas possam adotar essa prática regular de forma fácil em seu dia a dia e torná-las um hábito.

A forte demanda por profissionais é outro atrativo importante para quem pretende estudar Educação Física. A preocupação com o ambiente e a busca de uma vida saudável cresce a cada dia, principalmente entre os jovens. Isso ampliou as possibilidades de atuação e a procura por bons profissionais de Educação Física.

Agora que você tem dois bons motivos para estudar Educação Física, vamos indicar as principais oportunidades na área. Elas estão justamente relacionadas com essa demanda crescente por educadores físicos.

A maior preocupação com a saúde vai além da febre das academias. Ao contrário, a profissão entra na área de políticas públicas para incentivar a saúde e, consequentemente, prevenir doenças. O Programa de Saúde da Família, por exemplo, reconhece a importância do profissional de Educação Física, que pode atuar em centros de saúde da rede pública, promovendo hábitos mais saudáveis e exercícios.

Complementando essa oportunidade, o educador físico também pode trabalhar em empresas privadas com ginástica laboral, recreação em hotéis ou realizando avaliações físicas em clínicas particulares ou clubes esportivos.

Outra oportunidade significativa está nas academias e no setor privado, que ainda têm procura elevada. A diferença é que agora há uma demanda maior por orientações mais específicas e programas especializados de preparação de treino, onde o profissional de Educação Física atua como personal trainer — em empresas ou de forma independente.

 

Tags: Educação Física

Receba os melhores conteúdos no seu e-mail!