leia

Como é o mercado de trabalho de Gastronomia?

Por Cristiane Silva

Quem tem o sonho de atuar como chef ou outras profissões ligadas à cozinha profissional deve ter em mente que não basta a paixão pela área, é essencial entender a Gastronomia no mercado de trabalho.

O setor alimentício conta com estabilidade e pouca mudança, mesmo em tempos de crise no Brasil. Segundo pesquisa realizada pelo IFB (Instituto Foodservice Brasil), os brasileiros destinam um terço de seu orçamento a alimentação e refeições consumidas fora de casa. Esses dados batem com os da Abrasel (Associação de Bares e Restaurantes), que indicam 10% de crescimento do mercado de Gastronomia nos últimos cinco anos no país. Como esse é um mercado promissor, a empregabilidade se mantém aquecida e oferece diferentes oportunidades de carreira.

O curso de Gastronomia abre mais portas profissionais que apenas trabalhos em cozinhas de restaurantes ou bares. É possível especializar-se em confeitaria, panificação ou em negócios, por exemplo. O gastrônomo ou gastrólogo pode se tornar consultor, atuando como assessor na abertura de restaurantes e bares, e propondo melhorias em estabelecimentos já em funcionamento. Pode também preparar cardápios e refeições, e atuar como personal chef

Segurança alimentar é outra área de atuação possível. Nesse campo, o profissional inspeciona cozinhas para verificar o cumprimento das normas de higiene e armazenamento dos alimentos.

Ainda não escolheu em qual universidade fazer sua graduação? Baixe o nosso e-Book e descubra como tomar uma decisão melhor!

Faça o download gratuito do e-book!

É importante lembrar que uma carreira sólida se constrói paulatinamente e com consistência, e queimar etapas não deve ser uma opção. Em geral, um profissional em início de carreira começa como ajudante de cozinha e, com o tempo, passa a ser auxiliar e, depois, assistente. Tornar-se cozinheiro é o próximo passo para, em seguida, assumir as funções de sous chef e chef.

Os salários de Gastronomia variam bastante, a depender da função e local de atuação. Segundo a Abrasel, os ganhos médios mensais de um chef de cozinha giram em torno de R$ 7.000.

E aí? Deu para ter uma boa noção de Gastronomia e seu mercado de trabalho? Conte para a gente se é o que você esperava!

 

Tags: Gastronomia

Receba os melhores conteúdos no seu e-mail!