leia

Entenda a diferença entre curso técnico e tecnólogo

Por Eduarda Santos

Dentre as diversas modalidades de cursos que fornecem uma habilitação profissional, duas delas são constantemente objeto de dúvida entre os estudantes: o curso técnico e o curso tecnólogo. A diferença entre técnico e tecnólogo, para quem cada um se destina e qual deles é a melhor opção são algumas das perguntas que aparecem com frequência.

Neste artigo, esclarecemos algumas dessas dúvidas. Acompanhe!

Quais as principais diferenças entre técnico e tecnólogo?

Ambos os cursos, técnico e tecnólogo, formam o estudante para determinada profissão. No entanto, a diferença principal é que, enquanto o curso tecnólogo é considerado curso superior, a modalidade técnica é de nível médio.

Conheça melhor as características que distinguem um tipo de formação do outro:

Requisitos

O curso técnico destina-se a todos os estudantes que tenham ou estejam cursando o Ensino Médio. A modalidade admite que o aluno estude as matérias do técnico ao mesmo tempo que as do Ensino Médio (modalidade integrada) ou faça o técnico após a conclusão do médio (modalidade subsequente).

Por outro lado, como o curso tecnólogo é considerado curso superior, é preciso que o estudante já tenha concluído o Ensino Médio para ingressar nele. Isso restringe o público-alvo desse tipo de formação.

Duração

O curso técnico tem duração entre 2 e 4 anos. Em geral, a modalidade subsequente leva o tempo mínimo, enquanto a modalidade integrada varia entre 3 e 4 anos.

O curso tecnólogo é concluído, geralmente, em um período maior que um curso técnico e menor que uma graduação de nível bacharelado. Assim, pode durar entre dois anos e meio e três anos, a depender do curso escolhido.

Objetivo

Se o estudante deseja uma formação mais objetiva, voltada para a prática do mercado, que possa ser realizada rapidamente ou enquanto adquire o diploma de Ensino Médio, o curso técnico é a melhor opção.

Já se o objetivo é construir uma carreira com maiores perspectivas de crescimento, também com ênfase na prática, mas sem deixar o aprofundamento de lado, escolher cursos tecnólogos reconhecidos pelo MEC deve satisfazer melhor seus anseios profissionais.

Mercado de Trabalho

A depender da área escolhida, as diferenças entre técnico e tecnólogo são poucas quanto ao mercado de trabalho. No entanto, o profissional tecnólogo pode ter mais oportunidades por portar um diploma de nível superior.

Exemplo disso é a possibilidade de participar de concursos públicos voltados para profissionais de nível superior e a de entrar em pós-graduações como especializações e mestrados.

Analisando o seu objetivo profissional e perfil do curso, fica fácil escolher entre as duas modalidades. Apenas certifique-se de optar por cursos técnicos ou cursos tecnólogos reconhecidos pelo MEC.

Esperamos ter contribuído para minar, de vez, essa dúvida! 

Não tem mais dúvida e quer se inscrever?

INSCREVA-SE!

Tags: Tecnólogo

Receba os melhores conteúdos da FICR no seu e-mail!

Get Free Widget