leia

O que é Biomedicina Estética?

Por Por Eduarda Santos

A Biomedicina é a área que estuda os mecanismos por trás das doenças - entende como surgem as doenças, suas causas, e desenvolve medicamentos e tratamentos para combater ou preveni-las. Mas a profissão de Biomédico pode ir muito além dos laboratórios de análises clínicas. É o caso da carreira em Biomedicina Estética. Conheça:

A carreira em Biomedicina Estética

A área de Biomedicina Estética foi regulamentada pelo Conselho Federal de Biomedicina em 2010. Desde então vem se consolidando no mercado. Esse é o campo especializado em diferentes procedimentos estéticos avançados ou invasivos, nos quais são utilizados instrumentos cirúrgicos e anestésicos.

Na prática, o Biomédico Estético tem a função de resolver problemas estéticos e promover o bem-estar físico e estético dos pacientes, realizando procedimentos e tratamentos preventivos do envelhecimento fisiológico do organismo e disfunções estéticas faciais ou corporais. 

Campos de atuação

Campos de atuação

Assim como o Conselho Federal de Biomedicina reconhece a Biomedicina Estética, os conselhos regionais também autorizam o biomédico a trabalhar nesse campo. Logo, esses profissionais estão habilitados atuar com os seguintes procedimentos:

  • Laserterapia;
  • Laser fracionado;
  • Carboxiterapia;
  • Intradermoterapia;
  • Radiofrequência estética;
  • Ultrassom focalizado;
  • Luz intensa pulsada e LED;
  • Procedimentos invasivos não cirúrgicos;
  • Classificação da pele;
  • Definição de tratamento;
  • Responsabilidade técnica por clínica estética.

O que se estuda?

O que se estuda?

A qualificação profissional é fundamental para quem deseja seguir carreira em Estética. Atualmente, a graduação em Biomedicina possibilita ao estudante atuar em mais de 30 áreas, incluindo a Biomedicina Estética.

Na faculdade de Biomedicina, que tem duração de 8 semestres ou 4 anos, o futuro Biomédico estuda todas as matérias da medicina, mas com aulas práticas em laboratórios específicos. 

A maior parte das disciplinas é do campo das Ciências Biológicas, como biologia celular e molecular, genética e hematologia clínica. Além das disciplinas fixas da grade curricular, há ainda várias disciplinas optativas, que permitem ao estudante já começar a orientar sua carreira para as áreas de maior interesse.

Além da graduação em Biomedicina, o profissional precisa se registrar no Conselho Regional de Biomedicina para exercer a profissão legalmente. Depois, pode cursar uma especialização na área de Biomedicina Estética.

Achou essa carreira interessante? Conheça o Curso de Biomedicina da Universidade Católica de Brasília e veja como se preparar!

 

Tags: Biomedicina

Receba os melhores conteúdos no seu e-mail!